Como identificar e expressar suas necessidades?

Necessidades são profundamente subjetivas. O que é importante e/ou essencial para uma pessoa pode ser totalmente desnecessário para outra. Nessa linha de raciocínio, o que julgamos necessário pra nós mesmos hoje, pode não ser mais amanhã. Se as pessoas mudam constantemente, se somos aquela metamorfose ambulante, consequentemente nossos desejos e necessidades acompanham essas mudanças.

Sendo assim, já que mudamos o tempo todo e as pessoas são tão diferentes, é impossível esperar que o outro adivinhe o que precisamos (por mais que às vezes nós gostaríamos que fosse assim, ainda não dá pra pedir aquela bola de cristal no delivery rs). Portanto, chegamos à conclusão lógica de que é importante expressar nossas necessidades. Mas qual é a melhor maneira de conseguir fazer isso?

Antes de mais nada, vem o mergulho no auto-conhecimento. Afinal, antes de poder expressar suas necessidades, é preciso descobrir quais são elas. Pode parecer óbvio, mas se pararmos pra pensar, podemos nos surpreender. O que é importante pra você em suas relações? O que te traz realização e satisfação? Quais são os seus sonhos? Quais são os seus valores e crenças? Quais são os seus objetivos de vida? Eles incluem casa, filhos? Morar no exterior? Criar porcos num sítio? Um trabalho (ou 2, ou 3) que vai ocupar a maior parte do seu tempo? Focar na saúde mental, espiritual, energética? Dividir moradia com uma parceria? Morar só?

Feito isso, um passo importantíssimo: auto-amor. Entender que por mais que já tenham te dito o contrário no passado, suas necessidades são válidas. Repete comigo. MINHAS NECESSIDADES SÃO VÁLIDAS. Entender que você merece atenção, amor, carinho, enfim, o que desejar. É um direito nosso receber o que precisamos, seja afetivamente ou materialmente (aqui falamos de necessidades materiais básicas como comida, abrigo e segurança).

Isso é particularmente difícil para mulheres porque a sociedade nos bombardeia o tempo todo com mensagens do quão imperfeitas nós somos. Essa investida constante e multifacetada contra a nossa auto estima nos leva a aceitar o que nos é oferecido, ao invés de exigir o que temos direito. Depois vem homem querendo questionar pq tem tanta mulher em relacionamento tóxico. Enfim, isso é papo pra outro chope rs.

Próximo passo: comunicação. Uma vez que entendemos o que queremos e aceitamos internamente que aquela é uma necessidade válida, compartilhemos com o outro. No que isso implicaria para possíveis parcerias? Em termos de tempo, dedicação, frequência afetiva, presença, contribuições financeiras, divisão de tarefas, etc? Os desejos e necessidades destas parcerias estão alinhados com os seus?

Voltando à nossa pergunta inicial: Qual é a melhor maneira de expressar nossas necessidades? A resposta pode não agradar, mas a realidade é que… não existe resposta simples. Não existe receita de bolo. Não existe padrão que funcione pra todas as situações, justamente por que não somos padrões.

Somos universos inteiros, e isso é maravilhoso.

Susan Katz
@suz_rj

--

--

Conscientização sobre a Não Monogamia Ética organizando conteúdo e espaços de reflexão e conexão entre as pessoas que se identificam com o tema.

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Reflexões e Conexões NãoMono

Reflexões e Conexões NãoMono

Conscientização sobre a Não Monogamia Ética organizando conteúdo e espaços de reflexão e conexão entre as pessoas que se identificam com o tema.